Saímos agorinha pra tomar um lanche, já que o dia de trabalho não deverá acabar tão cedo (é, a noite é uma criança). Na volta, uma chuvinha fininha, bem quase nada mesmo, daquelas que só atrapalha as moças com chapinha, sabe? Aí um rapaz estava bem bravo ao telefone, porque estava um dia lindo pela manhã e ele veio trabalhar de moto, mas começou a "chover" justo na hora de ir embora.

Bom, ele certamente nunca esteve em São Paulo num final de expediente com chuva.
E ele também não percebe que está em Florianópolis ❤ ❤ ❤ , o que faz dele uma pessoa muito da sortuda e, portanto, sem muito direito de fazer uma reclamação tosca dessas.

Tudo é uma questão de perspectiva, néam?