Quer enlouquecer uma virginiana? É só dizer a ela que algo vai acontecer, vai mudar a sua vida (a dela, no caso) e vai ser um caos, mas não diga quando isso tudo vai rolar. Pronto.

E é mais ou menos isso que fizeram comigo com esse lance da mudança.

Até agora, só temos uma ideia vaga de quando vai ser, mas né, eu preciso de praticidade, gente. Eu preciso ME ORGANIZAR. Já aceitei a ideia de que vou me mudar mais uma vez, já fiz lista pras transportadoras me mandarem orçamento, já decidi o que vai e o que fica, já fiz um monte de planos, mas não consigo executar NADA. Porque né, não sei quando vai ser, então até esse "quando" chegar, eu não posso fazer grandes coisas. Isso é terrível. Marido nem é virginiano (mas é engenheiro) e está igualmente ansioso e meio tenso. Na próxima semana vou ter uma reunião importante e talvez saia dela com mais informações, talvez quem sabe datas e tudo mais. Oremos.

Enquanto isso… vou pesquisando pra saber:
… se na cidade tem Aliança Francesa, porque eu PRECISO voltar a estudar francês, é meta de vida!
… se na cidade tem Pilates e academias boazinhas
… se na cidade tem as lojinhas que eu gosto nos shopings de lá (isso eu já vi, tem shopping lá!)
… se na cidade tem tv a cabo, internétchi boua e essas cousas necessárias pra vida das pessoas.

Enquanto isso… marido se empenha mesmo em escarafunchar o Google Maps da cidade inteira. Vamos chegar lá e nem vamos precisar de GPS, cêis vão ver!